Pesquisa Dentaria.com
  Artigos
  Educação e Formação
  Apoio Bibliográfico Gratuito
  Em@il Profissional
  Classificados
  Médicos Dentistas
  Congressos
  Especialidades
  imagens
  Jornais e Revistas
 
 
  1 de Outubro de 2022
  62 Utilizadores online
Utiliza o odontograma do software informático da sua clínica?
  Sim
  Não
   
O Dentaria.com lançou um Fórum aberto a toda a comunidade! Participe nos temas em discussão ou abra novos temas!
 
. Ordem dos Médicos Dentistas

. Tabela de Nomenclatura e Valores Relativos (Tabela de Honorários)

. Decreto de Lei que aprova o regime de licenciamento e de fiscalização das clínicas e dos consultórios dentários, como unidades privadas de saúde

. Simposium Terapêutico Online (MediMedia)



 

Publicidade

O Dentaria.com foi-lhe útil? Contribua com um DONATIVO!



Dicas de materiais dentarios - Solução sólida e defeito pontual


Sergio Pietro La Croix
- Mestre em engenharia metalúrgica e de materiais


A mistura de ligas diferentes pode ser entendida como a formação de um grande caos na micro-estrutura cristalina da liga de maior quantidade, aumentando suas distâncias inter-atômicas, o que vai descaracterizar completamente as ligas misturadas inicialmente.

Uma solução sólida metálica é formada quando átomos de um soluto (menor concentração) são adicionados num material hospedeiro (solvente), e a estrutura cristalina do solvente é mantida, e não são formadas novas estruturas. A micro-estrutura cristalina de um material é responsável pelo desempenho das suas propriedades requeridas.  As ligas metálicas dentais são geralmente soluções sólidas, e sua característica principal é apresentar uma micro-estrutura homogênea, o que ocasiona uma rede cristalina com distâncias inter-atômicas constantes. A distância inter-atômica está diretamente relacionada com a resistência do material.  Óxidos presentes, nos elementos constituintes das ligas dentais, comportam-se como impurezas na micro-estrutura da liga formada, alterando a distância inter-atômica de determinados átomos da rede cristalina, reduzindo, desse modo, a resistência em certos pontos da rede, e são chamados defeitos pontuais.  Dependendo da magnitude do raio atômico, do óxido estranho à composição da liga, este defeito pontual pode ser intersticial ou substitucional.  Intersticial é quando a dimensão do átomo de impureza é muito pequeno, e inversamente, quando muito grande, substitui um átomo da rede cristalina, e são chamados substitucionais, os quais podem ser observados na figura abaixo. De qualquer modo, alteram a distância inter-atômica, reduzindo a resistência num determinado ponto de uma liga dental.  Uma grande quantidade de óxidos estranhos, presentes na micro-estrutura de uma liga, pode influir no sucesso da execução de uma prótese dental.   Portanto, a mistura de ligas diferentes pode agora ser entendida, como a formação de um grande caos na micro-estrutura cristalina, da liga de maior quantidade, aumentando suas distâncias inter-atômicas, o que vai descaracterizar completamente as ligas misturadas inicialmente.

 




Dentaria.com © 1999 - 2002, Todos os direitos reservados.
Toda a informação apresentada é propriedade do Dentaria.com não podendo ser total ou
parcialmente reproduzida sem a devida autorização. Contacte a equipa Dentaria.com